Pé rapado


De onde surgiu a expressão "pé rapado"?

Há pelo menos duas respostas a respeito. Vários sites no Brasil remetem ao livro "Locuções tradicionais no Brasil" do autor Luís da Câmara Cascudo. Neste livro, o autor diz que a expressão se refere à classe de pessoas "mais humilde categoria social".

Segundo o autor, refere-se ao pobretão que vivia na zona rural, onde ele andava descalço e era obrigado raspar os pés para tirar a lama ao entrar em locais públicos.

Na segunda metade do século XVII o poeta Gregório de Matos escreveu um poema esta expressão:
Se tens o cruzado, Anica,
Manda tirar os sapatos,
E senão lembra-te o tempo
Que andaste de pé rapado.
Segundo José Maria de F. Campos (RJ) no Dicionário inFormal, na época do Brasil colônia , os mais abastados andavam montados em seus cavalos ou em suas carruagens. Já as pessoas mais pobres andavam a pé. Naquela época a estrada não era calçada como atualmente, o barro grudava em seus calçados e ao entrar nos estabelecimentos e casarões era necessário "rapar o pé" no batente da soleira. Eis a expressão aos pobres: "pé rapado".

Segundo o Dicio (Dicionário Online de Português) esta expressão é pejorativa e refere-se a uma classe mais baixa, ao sujeito pobre, chamado também de pobretão.

No período colonial ocorreu no Brasil a Guerra dos Mascates, de 1710 a 1711, e este termo foi dado aos sectários, quando se referiam às tropas da aristocracia ruralista que enfrentava o exército português. Eles lutavam com os pés descalços, bem ao contrário dos adversários, que entravam no campo de batalha ostentando bonitas botas que combinavam com o uniforme. 

Segundo José de Alencar em seu livro "Guerra de Mascates", os combatentes tundacumbe, como se denominavam, eram chamados pés rapados, "porque quando haviam de tomar as armas, se punham logo descalços e à ligeira, para com menos embaraços as manejarem, e assim eram conhecidos como destros nelas, e muito valorosos, pelo que na história de Pernambuco, a alcunha de pés rapados é sinônimo de nobreza" (ALENCAR, 1873).

Autor: Márcio Batista

Referências Bibliográficas:
RODRIGUES, Sérgio. De onde vem a expressão 'pé-rapado'? In: Sobre Palavras. Veja.com
Pé-rapado. Dicionário inFormal.
Significado de Pé-rapado. Dicio Dicionário Online de Português.
ALENCAR, José de. Guerra dos Mascates, Vol. II. São Paulo: Brasiliana USP, 1873.

Foto: Holy Trinity Church (Boot-scraper)

Postar um comentário